38 - DIVINO AMOR

Quem pode o Teu imenso amor contar;
Ó Salvador Jesus, e esquadrinhar
Seus alicerces no divino Ser
Sua extensão ou sua altura ver? Amor sem fim!

Quem pode amor tão vasto compreender?
Pois nem o céu o pode enfim conter.
Foi neste mundo que se revelou
Jesus sofrendo sobre a cruz mostrou: Divino amor

Quem pode dar adoração capaz
A Ti que sem limite amor nos dá?
A par do qual o parcial louvor
Que temos dado ao nosso Salvador Parece vão

Mas sempre nos ensina o Teu amor,
Que embora fracos temos no Senhor.
A fonte inesgotável de afeição
Que sabe a voz do nosso coração, Apreciar.

Mary Shekleton
Ira David Sankey (1840-1908)