366 - FIRMEZA

Em nada ponho a minha fé, Se não na graça de Jesus;
No sacrifício remidor, No sangue do bom Redentor.

[Coro]
A minha fé e o meu amor estão firmados no Senhor;
Estão firmados no Senhor!


Se Lhe não posso a face ver, Na Sua graça vou viver;
Em cada transe sem falhar, Sempre hei de nEle confiar.

Seu juramento é mui leal, Abriga-me no temporal;
Ao vir cercar-me a tentação, É Cristo a minha salvação.

Assim que o Seu clarim soar, Irei com Ele me encontrar;
E gozarei da redenção, Com todos que no céu estão.

William Batchelder Bradbury (1816-1868)
Edward Mote (1797-1874)