365 - FÉ PERSISTENTE



Almejo a fé que forte é
Diante do terror,
Que, calma, não recuará
Do mundo aterrador.

A fé que não me faz queixar
Na dor da correção;
Mas, quando o fogo mais arder,
Mais firma o coração.

A fé que sempre brilha mais
No negro furacão;
Que no perigo sente paz,
Audaz na escuridão.

Ó Deus, me dá tamanha fé,
Que, venha o que vier
Aqui na lide provarei
Celestial prazer.