351 - DIREÇÃO DIVINA



As tuas mãos dirigem meu destino.
Ó Deus de amor, que sempre seja assim!
Teus são os meus poderes, minha vida;
Em tudo, eterno Pai, dispõe de mim.
Meus dias sejam curtos ou compridos,
Passados em tristezas ou prazer,
Em sombra ou luz, é tudo como ordenas
E eu tenho por bem-vindo o teu querer.

As tuas mãos dirigem meu destino,
Cravadas dantes na sangrenta cruz;
Por meus pecados foram transpassado
E posso nelas descansar, Jesus!
Nos céus erguidas, sempre intercedeu
As santas mãos não pedirão em vão;
Ao seu cuidado, em plena confiança,
Entrego a minha eterna salvação.

As tuas mãos dirigem meu destino;
Acasos para mim não haverá.
O grande Pai vigia o meu caminho
E sem motivo não me aflingirá.
Eu tenho em seu poder constante amparo,
Forte é seu braço, imenso o seu amor;
E em breve, entrando na cidade eterna
Eu louvarei meu guia e Salvador.