290 - CRISTO, MEU MESTRE



Cristo, meu Mestre, meu amigo sem igual,
Tu dás descanso, salvação real.
Quando sou provado, e já vou desfalecer,
Tu, meu Cristo amado, vens me socorrer.

Perto, mui perto, eu chegar-me vou a ti:
Perto, mui perto, vem, Senhor, a mim.

Só tu me amparás: quando perseguido sou,
Em ti, ó Cristo, socorrer-me vou.
Pois em ti eu posso resistir à tentação,
Sim, em ti obtendo força, paz, perdão.

Cristo, meu Mestre, que mais gozo posso ter
Que no teu reino tua glória ver?
Em teu seio quero minha fronte reclinar,
Para ter descanso desse labutar.