265 - RESGATE



Pendurado no madeiro,
Ó Jesus, quiseste assim
Abolir meu cativeiro
Pelo teu amor sem fim!
O teu sangue foi vertido;
Expiraste, ó meu Jesus,
E ficou por ti cumprido
Meu resgate sobre a cruz.

Neste sangue que verteste
Purifica-me, Senhor;
Foi por mim que tu morreste.
Sê propício ao pecador!
Sê propício ao desgraçado,
Sob a dor da maldição;
Desse abismo do pecado
Salva-me com tua mão.

'Vinde a mim', Jesus convida,
Com seu manso coração;
Já da fé na chama brilha
O penhor da salvação.
Ei-lo ali na cruz pregado;
Chama a todo pecador
A limpar o seu pecado,
Nesse sangue expiador.