233 - POR QUE NÃO JÁ



Ó corações, considerai
A voz de amor do vosso Deus!
As vossas culpas, Oh, chorai!
Quereis perdão? Por que não já?

Por que não já? Por que não já?
Quereis perdão? Por que não já?

Pois o amanhã não sei se vem,
Também não sei o que trará;
A vida é incerta a vós também.
Quereis perdão? Por que não já?

O bom Senhor ao pecador
A graça não recusará;
Uni-vos, pois, ao Salvador.
Quereis perdão? Por que não já?