125 - REDENÇÃO

Minha alma canta ao Salvador,
Que te remiu com tanto amor,
Que te livrou da escravidão,
Seu sangue dando em redenção.

[coro]
Na redenção firmado estou,
meu cativeiro já findou,
Contente cantarei louvor,
a meu glorioso Redentor!


Longe eu andava do meu Deus,
seguindo nos caminhos meus;
O Salvador me descobriu,
e com Seu sangue me remiu.

Feliz momento quando vi,
na triste cruz morrer por mim,
Prá libertar-me do opressor,
meu santo e justo Remidor.

Prá minha justificação,
o esforço meu foi todo vão,
Perante Deus só tem valor,
o sangue do meu Remidor.

Vem alma opressa descançar,
na redenção tão singular;
Jesus garante a salvação,
Seu sangue vale a redenção!


James McGranahan (1840-1907)
Daniel Webster Whittle (1840-1901)